Home Destaques 6 dicas para o uso saudável do celular
6 dicas para o uso saudável do celular

6 dicas para o uso saudável do celular

0
0

Se usada com cautela, a tecnologia é uma excelente aliada no ensino-aprendizagem

Não há como negar a importância da tecnologia para a realização de tarefas do dia a dia. Hoje, tudo fica mais fácil e rápido com o uso de computadores, tablets e smartphones. O mundo virtual passou a ter um significado diferente com o advento da globalização. Mas quando esse uso é excessivo, pode trazer alguns problemas de saúde.

No âmbito do ensino-aprendizagem, a tecnologia é uma excelente aliada, estimula o desenvolvimento cognitivo da criança, a competitividade, a criatividade e, ainda, é parceira para o desenvolvimento intelectual dos estudantes. Mas todos esses resultados só serão obtidos de maneira saudável se a ferramenta for utilizada com cautela.

O celular, por exemplo, é o queridinho de crianças, adolescentes e jovens (e também dos adultos), que permanecem conectados na telinha por longos períodos do dia. Há aquelas pessoas que até se perdem no mundo virtual e se esquecem de seus compromissos no mundo real. O uso excessivo do celular pode levar a problemas de relacionamentos interpessoais, dispersão do foco e falta de produtividade.

Por isso, a coordenadora do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio do Colégio Marista Goiânia, Maria Cristina Borges, dá seis dicas importantes usar o celular de forma saudável, evitando o vício que traz tantos malefícios:

1. Estabelecer horários para as atividades diárias.

2. Privilegiar as relações presenciais em atividades cooperativas e colaborativas.

3. Estar atento aos canais de informações e orientações para fazer uso seguro da internet.

4. Buscar outras alternativas de lazer, como esporte, música e cultura.

5. Compreender que o celular é mais uma ferramenta de comunicação e aprendizagem.

6. Tentar ficar pequenos períodos do dia sem usar o celular, privilegiando leituras e um maior convívio com os familiares.

Maria Cristina alerta que, se o jovem desconfiar que o vício em celular é grave, deve pedir a ajuda de um profissional especializado. “Temos a tecnologia como excelente ferramenta no processo ensino-aprendizagem e precisamos conservá-la como aliada para as próximas gerações”, destaca.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *